Novos Rumos!

Novos Rumos!

Novos Rumos!

No ano passado em 2014, foi anunciado o fim das vendas “oficiais” dos consoles e jogos da Nintendo no Brasil, pois não só aqui como no mundo a empresa têm perdido espaço para seus concorrentes da Sony e Microsoft.

Qual seria a solução para a Nitendo voltar a ser a Nitendo?

Criar projetos introduzindo personagens e historias de jogos da Nintendo em atividades cada vez mais populares como Parques de Diversão, Jogos para celulares, e um novo console é claro. Pois logo abaixo estão as noticias mais atualizadas do que a Nintendo está pretendendo fazer no mundo, para melhorar sua marca e personagens.

Parque de diversões

Parque de diversões

Parque de Diversões

Graças a uma parceria entre a Nintendo e a Universal Parks & Resort, um parque de diversões com personagens dos jogos da Nintendo (Mario, Donkeu kong, Zelda, etc…) está sendo projetada.

Apesar de ainda não haver informações sobre as atrações que estarão no parque, já é sabido que elas serão baseadas em jogos, personagens e mundos da Nintendo. Mais dados serão compartilhados conforme os times de ambas as empresas trabalham para criar conceitos específicos.

“A Nintendo e a Universal Parks & Resorts anunciaram hoje planos para trazer o mundo da Nintendo à vida com parques temáticos da Universal, criando experiências espetaculares e dedicadas aos jogos, personagens e mundos conhecidos da Nintendo. Pela primeira vez, as histórias e personagens serão trazidos à vida de novas maneiras, apenas nos parques temáticos da Universal”, diz o comunicado emitido pelas empresas.

Consegue imaginar as atrações que estarão por lá? Apostamos que algumas possibilidades bacanas seriam um paintball de Splatoon e um trem inspirado no visto em The Legend of Zelda: Spirit Tracks para conhecer toda a área do parque. Caso tenha pensado em algo diferente, compartilhe com os demais leitores utilizando o espaço para comentários.

Jogos para Celulares

Jogos para Celulares

Jogos para Celulares

A Nintendo anunciou que pretende comprar 10% da empresa japonesa DeNa em uma parceria para desenvolver games para smartphones. A negociação, que gira em torno de US$ 181 milhões, pode representar uma guinada decisiva para a Big N, que até agora se recusava a entrar neste mercado em plena expansão.

Em comunicado, a Nintendo, que é dona de enormes sucessos como “Super Mario, “Pokémon” e “The Legend of Zelda”, afirmou que os games lançados para smartphones e tablets serão inéditos, e não conversões de títulos de Wii U ou do portátil 3DS.

“Qualquer franquia da Nintendo poderá ser usada em nossos jogos para smartphones. Por outro lado, jogos para celulares e tablets exigem serviços em constante evolução, ao invés de um produto finalizado”, disse Satoru Iwata, presidente da Nintendo. “Um esforço combinado será necessário para operá-los”.

Iwata disse também que as duas empresas pretendem lançar pelo menos um jogo este ano para smartphones. “O mundo está mudando. As empresas que não se adaptarem à mudança vão cair em declínio”, afirmou o japonês.

Sucessor do  Wii U - Projeto NX

Sucessor do Wii U – Projeto NX

Sucessor do  Wii U – Projeto NX

Satoru Iwata confirmou ainda que o desenvolvimento de games para celular não significa que a Nintendo vai abandonar o mercado de consoles. O executivo aproveitou o anúncio de para relevar que a empresa está trabalhando no sucessor do Wii U, que está no mercado desde o fim de 2012.

O videogame usa o codinome NX e é uma plataforma “dedicada a games, com um conceito completamente novo”, disse Iwata. “É muito cedo para falar dos detalhes desse projeto, mas esperamos divulgar mais informações sobre ele no ano que vem”, completou.

No ano passado, Iwata anunciou a redução de seu salário à metade, depois que a Nintendo registrou o terceiro ano consecutivo de prejuízo e foi criticada por não lançar aplicativos para seus jogos de maior sucesso.


Fait Idiomas

About The Author

Hero Master

Carioca, 28 anos, gerente de projetos de TI e midias digitais. CEO de Midias Digitais da Agência H4Digital

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.